domingo, 14 de agosto de 2011

Avaliação do Ensino Superior a Distância no Brasil


José Manuel Moran -Doutor em Comunicação pela USP e professor de Novas Tecnologias na ECA-USP diz:
Estamos numa fase de consolidação da EAD no Brasil, principalmente no ensino superior com crescimento expressivo e sustentado. O Brasil aprende rápido e os modelos de sucesso são logo imitados. Passamos de importadores de modelos de EAD para desenvolvedores de novos projetos, de programas complexos implantados com rapidez. Algumas razões principais para esse crescimento rápido: demanda reprimida de alunos não atendidos, principalmente por motivos econômicos. Muitos alunos são adultos que agora podem fazer uma graduação ou especialização. Com a LDB o Brasil legalizou o ensino superior a Educação a distância pela primeira vez. Por falta de termos instituições grandes em EAD como em outros países pudemos com a Internet passar do modelo por correspondência para o digital. O brasileiro aprende rapidamente, é flexível, se adapta a novas situações.
Ao mesmo tempo a EAD sempre esteve vinculada no Brasil ao ensino técnico, desde a década de 40 com o Instituto Monitor e o Instituto Universal Brasileiro. Depois ao ensino de adultos - os antigos supletivos - com os Telecursos. Por isso ainda resiste o preconceito com a EAD principalmente no ensino superior.

6 comentários:

Ester Schiavi Nascimento disse...

Amei esta postagem!!!!!!!!!

Helimara Vinhas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Professor Orlando disse...

Olá Edione. Tenho feito muitas viagens pelo Brasil e notado que em algumas localidades menos desenvolvidas as pessoas estão se empenhando muito nos cursos de EAD. Esta possibilidade está abrindo muitas portas para estas pessoas que são brasileiros cheios de esperança. A abertura desta porta poderá mudar muito os índices educacionais do nosso país. Fiquei encantado também com as possibilidades de EAD voltada para as populações encarceradas.
Aproveito a oportunidade para parabenizar seu blog e os conteúdos das postagens.
Abr@ços.
PS. Também sou cursista da pós "Metodologia e e Gestão para Educação a Distância". fica aqui o convite para visitar o meu blog "http://professororlando.blogspot.com/"

cananjulineperosa disse...

Concordo com o fala do professor José Manuel Moran. A EaD vem crescendo de forma acelerada e percebe-se que atrai uma demanda de alunos, adultos,maduros já atuantes no mercado de trabalho, que muitas vezes por motivos econômicos não conseguem conciliar seu trabalho com os estudos,cacterística essa que faz com que o convívio com eles seja de qualidade, pois a experiência que trazem de sua vida rofissional e pessoal determina uma relação dialógica e integradora.

gutohawk disse...

Muito bom e acaba refletino a minha opinião, conforme postado no blog da profa. Canan (http://cananperosa.blogspot.com/).
Gostei do blog, profa. Edione, está profícuo em bons artigos, continue assim e em breve será referência para todos os colegas.

Parabéns!


Gutemberg Izidoro de Oliveira
Professor Tutor Presencial
Tecnologia em Marketing
Anhanguera/Uniderp
Campo Grande/MS

Emerson disse...

Hoje em dia a busca é grande de cursos EaD, onde o aluno pode fazer seu próprio horário de estudo. O aluno que escolhe o curso EaD tem que ter um perfil diferente do aluno presencial, tem que ler muito, interagir com outros e professores, e participar d emuitas eatividades. Já fiz alguns cursos EaD, e temos que ler muito. Também faço o curso de Metodologias e Gestão para Educação a Distância.
Parabéns pelo BLOG!!!